135(8)

Agente penitenciário é finalista no prêmio Boas Ideias 2017

O agente penitenciário Josiney Cardoso, que trabalha no presídio Milton Soares de Carvalho, foi finalista do prêmio Boas Ideias do Governo de Rondônia. Ele ganhou medalha de 4º colocado com a ideia de criar uma plataforma onde somente os comissariados, servidores responsáveis em registrar a entrada e saída dos reeducando do sistema prisional e responsáveis em convocar o Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) para fazer a escolta.

A novidade irá evitar futuro transtorno de criminosos em tentar resgatar os apenados quando forem transferidos para outra cadeia. Criado pelo Governo de Rondônia, o prêmio Boas Ideias busca valorizar e reconhecer as pessoas interessadas em aprimorar o serviço público.

Neste ano, os três primeiros colocados ganharam respectivamente os valores de: R$ 13 mil, o 2º com R$ 8 mil e o 3º recebeu R$ 6 mil. Todos os inscritos concorreram a duas categorias servidor público e população. Essa última categoria é novidade, pois convida a população para contribuir e melhorar o serviço prestado pelo Estado de Rondônia.

“As ideias foram brilhantes e fica difícil até nomear primeiro, segundo e terceiro lugar. O Estado precisa pensar em inovação e quando a população colabora todos ganham. Por isso, o prêmio Boas Ideias foi aberto para alcançar a criatividade dos Rondonienses, ” declarou o governador Confúcio Moura.

O secretário de Estado da Justiça, Marcos Rocha, afirmou que vai colocar em prática a plataforma apresentada pelo agente penitenciário Josiney Cardoso Soares. Para a secretária-adjunta da Sejus, Sirlene Bastos, essa medalha será considerada como se fosse o primeiro lugar, pois para ela, é uma honra utilizar a ideia desse servidor.

Fonte: Secom/RO