29101729_1190639221067261_6622505529350553600_n

“Com cargo ou sem cargo eu serei candidato, basta o partido querer”, disse Daniel Pereira

O vice-governador de Rondônia, Daniel Pereira, esteve ontem em Vilhena participando do encontro do PSB com suas mais expressivas lideranças, dentre elas o prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires e o ex-prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif.

Durante o encontro, Daniel Pereira disse que bastará o partido querer para ele ser candidato ao governo de Rondônia. “Com cargo ou sem cargo, eu serei o candidato do partido”, disse ele se referindo ao cargo de governador do Estado que assumiria em caso da renúncia do titular.

O vice-governador Daniel Pereira no final do discurso dele exibiu um áudio onde o governador afirma que iria entregar o cargo no dia 14 de março próximo, ou seja, na próxima quarta-feira.

À reportagem do Mais RO, Daniel Pereira disse que se tratava do áudio enviado pelo governador no dia 1 de março, antes, portanto, da desistência dele de renunciar para disputar uma das vagas do Senado.

A suspeita de que o governador Confúcio Moura ainda pode entregar o cargo foi levantada após ele publicar mais uma de suas crônicas no blog dele. O governador deu a entender que vai disputar o Senado Federal e para isso, terá que entregar o cargo.

Na semana passada a divulgação de um áudio revelou uma sórdida trama para persuadir o governador a não entregar o cargo, a permanecer até o final. O escândalo fez estremecer as estruturas do poder. O governador não se manifestou até agora sobre o caso e nem sobre a sua desistência.

Fonte +RO