Maurao_Expedito

Editorial: Sem Cassol e Acir, alianças apostam fichas em Expedito e Maurão de Carvalho

O senador Ivo Cassol, do PP, já admitiu que está fora do baralho nas eleições deste ano logo após o Supremo Tribunal Federal (STF) bater o malhete de forma definitiva em relação à condenação que lhe fora imposta por fraude em licitação.

Com isso, as lideranças políticas, incluindo ele próprio, resolveram abrir alas ao ex-congressista Expedito Júnior, do PSDB.

O comboio eleitoral em torno do tucano é maciço, consistente, e envolve gama considerável de expoentes partidários tanto na Capital quanto no interior de Rondônia.

Acir Gurgacz, outro pré-candidato forte à cadeira-mor no Palácio Rio Madeira, também está com problemas na Justiça, isto porque, assim como o progressista, fora condenado pelo STF.

Por ora, o PSB de Dr. Mauro Nazif e do atual governador Daniel Pereira aguarda pacientemente um status oficial acerca do registro de candidatura de Gurgacz.

Se for avalizada pela Justiça Eleitoral, segue com ele; caso contrário, o projeto óbvio seria trabalhar pela reeleição de Pereira.

Quem sai ganhando com essas quedas, desencontros e diluições de apoio é o atual presidente da Assembleia Legislativa (ALE/RO), Maurão de Carvalho (MDB).

Primeiro pré-candidato confirmado ao Governo de Rondônia, e trabalhando desde cedo para chegar à chefia do Estado, o deputado circula pelos 52 municípios sem fazer alarde e reunindo gente disposta a abraçar sua candidatura, caso seja confirmada pelas convenções emedebistas.

As alianças apostam fichas altíssimas em Expedito e Maurão enquanto o PSB fica estagnado e submetido ao futuro do PDT.

Tirando Maurão, Expedito, Daniel e Acir, há as pré-candidaturas de Vinicius Miguel (REDE), Ivo Benites (PSDC), Pedro Nazareno (PSTU), Paulo Benito (PT), Jackson Chediak (PCdoB), Zé Jodan (PSL), Pimenta de Rondônia (PSOL) onze nomes no total.

Em 2014, somente cinco nomes disputaram voto a voto o Governo de Rondônia; logo, se as convenções estabelecerem oficialmente a candidatura de pelo menos oito pré-postulantes expostos até agora, a população terá à disposição uma pluralidade significativa e necessária à democracia, tornando o embate ainda mais acirrado.

Fonte: Rondoniadinamica