hospital-municipal-de-espigão-do-oeste-750x430

Hospital de Espigão fica sem médico, prefeito alega que demissões foram recomendação do MP

Pacientes aguardam atendimento desde as 06h da manhã.

“Liguei para vereadores, secretário e nada, queria saber se é possível vocês irem fazer uma matéria, porque a situação do hospital é triste”, disse o senhor Barone que acompanha sua esposa que sofreu um AVC recentemente e agora sofre com dor de cabeça forte.

No hospital outros pacientes aguardam desde às 06h por um atendimento médico, a recepcionista diz que não tem previsão para que um médico chegue, na diretoria do hospital não tinha ninguém que soubesse explicar o motivo da falta de médico. A diretora ou diretor estava ausente.

Administração Municipal

Entramos em contato com o Prefeito Nilton Caetano e com o Secretário de Saúde José Valério, e ambos confirmaram que recentemente o Ministério Público recomendou que fosse feita uma reforma administrativa no setor, e que alguns médicos que estavam com contratos em cargo de comissão fossem exonerados até o dia 02. A recomendação é que seja feito um processo seletivo para preencher as vagas, a prefeitura já abriu o processo seletivo, (veja aqui).

Nilton Caetano disse ainda por último o MP teria autorizado a contração temporária até que se completasse o processo seletivo, contudo os médicos que foram exonerados já estão trabalhando em outros lugares e até o momento a administração não conseguiu encontrar profissionais para suprir a necessidade de forma temporária.

Hospital Municipal

Os pacientes que estão chegando ao Hospital, fazem suas fichas, passam pela triagem e ficam aguardando a chegada do médico ou da médica.

Porém, segundo o prefeito municipal a chegada desses não tem previsão, pois, o município não possui médicos à disposição no seu quadro.

Uma técnica de enfermagem, pacientes que estiverem em estado mais grave, são transferidos para Cacoal.

Autor: Portal Espigão