charge11426588090

Opinião: O eleitor afina o discurso, mas não confirma na urna!

Na última eleição municipal em 2016 a palavra de ordem era para a renovação na política. A população usava as redes sociais (Zapp e Face) para apregoar essa mobilização em prol da renovação no Legislativo Mirim.

Durante a campanha os candidatos em mandato sofreram com o chamado “Fogo Amigo”. A maioria dos novos candidatos concentraram os discursos em críticas aos desacertos dos colegas de palanque na condução do mandatos.

Ajudados pela população nas ruas pediam por “Renovação”, pediam uma limpeza no legislativo. Veio a tão esperada eleição e na contagem dos votos, um Paradoxo se contrapôs ao anseio tão amplamente pregado.

Dos 11 vereadores, apenas 03 conseguiram a reeleição (Genésio, Rega e Cocó) à primeira vista houve mudança no colegiado. Outros três ex-vereadores que perderam a reeleição foram reconduzidos de volta (Zonga, Joveci e Aluízio).

Demitidos na eleição de 2012 ganharam um voto de confiança do eleitor que não entendeu o sentido de “Renovação”. Dos 05 chamados novos, 02 já haviam sido testados nas urnas na eleição de 2012 (Lirvani e Joel Professor).

Em tese apenas 03 vereadores foram eleitos dentro dessa proposta da sociedade (Marcel, Adão e Saiara). A “Renovação” tão defendida nas ruas não passou de falácias, o percentual baixo mostrou isso.

Os fatos confirmam que o eleitor continua em conflito, pede por mudanças, mas não confirma nas urnas. Arriscamos a dizer que o eleitor fala uma coisa e faz outra com a maior tranquilidade graças ao anonimato do voto secreto.

Essa eleição que se avizinha é prematuro esperar por mudanças no quadro político do estado. Nas redes sociais já começaram as mobilizações. Mas será que ao abrir as urnas elas vão confirmar esse desejo da sociedade?

Ou novamente o eleitor irá trair sua ideologia política defendida com tanta veemência nos grupos de What App onde se considera um articulador convicto. A certeza da resposta só vamos ter no final da noite do dia 07 de outubro.

Autor: Luizinho Carvalho/Sociólogo