29595272_1272023602931615_2792239987062435076_n

Paradoxo: Ambulância na oficina e a câmara prioriza projeto festivo

Ambulância semi UTI se encontra parada no pátio de oficina na cidade de Cacoal.

No início da semana o Poder Legislativo votou em regime de urgência o projeto 017/2018 denominado “Rota 387” cujo objetivo é o de promover um passeio de motos em nosso município.

O projeto original tem o recurso do deputado Só na Bença no valor de R$ 50.000,00 mil reais com a contrapartida da prefeitura no valor de R$ 6.000,00 mil reais.

29597837_1272023576264951_4648407526330163279_n

O projeto que havia sido rejeitado no ao de 2017, foi repaginado e novamente colocado em votação e aprovado por maioria simples dos vereadores.

O interesse da administração no regime de urgência na aprovação do projeto entra em rota de colisão com as demais prioridades do município que se diga são infinitas.

29598117_1272023629598279_173321751331192060_n

Entre uma das prioridades está o caso da ambulância que se encontra a algum tempo no pátio da empresa Renault na cidade de Cacoal.

O veículo de resgate medico foi para a oficina com avarias avaliadas em pouco mais de R$ 4.000 mil reais aguarda para ser retirado e colocado novamente em serviço no município.

Esse paradoxo entre avaliar as prioridades do município tem causado muita estranheza nos munícipes mais esclarecidos.

Aprovar em regime de urgência a liberação de um evento festivo e não priorizar a retirada de um veículo essencial para o apoio a saúde do município é no mínimo questionável por parte da sociedade.

Aos cidadãos transvestidos de vereador pela outorga do voto da sociedade quais as providencias estarão tomando a partir de agora para resolver essa situação que no ver dos munícipes é de caráter e não de regime de urgência.

Fonte: Luizinho Carvalho/Sociólogo