12-03-18-v94yu0971f051xp

Polícia Civil desarticula quadrilha que abastecia Vilhena e Colorado com drogas

Delegado diz que prisões terão reflexos em casos de furtos e roubos.

“Operação Chico”, deflagrada hoje pela Polícia Civil nas cidades de Vilhena e Colorado do Oeste, foi detalhada agora a pouco pelo delegado Arismar Araújo, que anunciou a apreensão de drogas e munições.

O nome da operação é uma alusão ao apelido de um dos principais fornecedores de drogas da região, Ezequiel Ramos do Nascimento (de camiseta rosa).

Ele foi preso na manhã desta segunda-feira, 12, junto com outras cinco pessoas em Colorado do Oeste: Douglas Pereira do Nascimento, Welton Ramos do Nascimento, Valmiro Gonçalves Ribeiro Júnior, Anderson Cordeiro da Silva e Sergio Barbosa.

A polícia também cumpriu um mandado de prisão e outro de busca e apreensão em Vilhena, quando foi preso Weverson Lana de Oliveira. A polícia não localizou Evaldo da Silva Vieira e Anderson de Jesus Santana, que também têm mandados de prisão e são considerados foragidos.  As acusações que pesam contra eles são por tráfico e associação para o tráfico.

De acordo com o delegado Arismar, o efeito prático dessas operações é que, além de desarticular o comércio local de drogas que abastecem as bocas de fumo, repercute nos casos de furto e no roubo. “Quando se combate a droga, o tráfico, você tem ganhos em todas as áreas.

Podem até dizer que foi pouca a droga apreendia hoje, mas foram cinco meses de investigações, que forneceram provas de que eles estão envolvidos no tráfico, e as evidências são tão fortes que a juíza emitiu os mandados de prisão, e essas pessoas irão ficar na cadeia”.

Os nove mandados de prisão e cinco de busca e apreensão foram representados pelo delegado Fernando Oscar Matias, que comandou as investigações e chefiou a operação que culminou com a prisão de sete suspeitos.

De acordo com Matias, foram cinco meses de investigações, que juntaram provas suficientes para os pedidos de prisão que foram expedidos pela Juíza Márcia Regina Gomes Serafim, da Vara Criminal de Colorado do Oeste.

A operação contou com um efetivo de aproximadamente 30 policiais das cidades de colorado, Cerejeiras e Vilhena, e teve apoio do delegado regional Fábio Henrique Campos, do delegado de Polícia do Interior, Arismar Araújo, e da Polícia Militar.

Fonte: Folhadosul