Prefeito cancela compra de picape, mas SUV avaliada em R$ 225 mil foi entregue

Segundo divulgação, dinheiro economizado foi investido na Saúde.

Com divulgação na imprensa, o prefeito interino de Vilhena, Adilson de Oliveira (PSDB), anunciou o cancelamento da compra de uma caminhonete de luxo, avaliada em R$ 175 mil, pela administração anterior.

O tucano informou ter investido na Saúde o dinheiro economizado com a suspensão da aquisição.

No mês passado, em entrevista ao jornal FOLHA DO SUL, Adilson revelou que eram dois os veículos de luxo comprados pelo município com verba repassada através de um convênio com o frigorífico JBS.

Na época, o prefeito esclareceu que o dinheiro deveria ser usado em cursos de formação profissional para jovens na gestão da então prefeita Rosani Donadon (MDB)

O mandatário tucano conseguiu suspender apenas uma das compras, mas a aquisição do carro mais caro, avaliado em R$ 225 mil, foi mantida e o veículo já foi entregue.

Trata-se de uma SUV Blazer, da Chevrolet, com sete lugares. Segundo a assessoria da prefeitura, não houve como impedir a compra da Blazer porque a nota fiscal já havia sido emitida e ela já estava, inclusive, emplacada.

Fonte: Folha do Sul