0(3738)

Projeto de Lei propõe que o presidiário tem que custear suas despesas

Foi aprovado esta semana na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado projeto determinando que os presos devem custear suas despesas.

“O projeto é de importância ímpar, no momento em que o país todo recebe o Atlas da Violência, em que a bandidagem toma conta do país.

Para se ter uma ideia, cada detento hoje gasta em média R$ 2.440,00 por mês, valor acima de muitos salários de professores e de muitos profissionais de outras áreas do país”, alertou o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), relator da proposta.

Somente no Brasil se oferece tantas regalias a quem mata, estupra, violenta, rouba, etc. Aqui o marginal tem “bolsa” de todo tipo, que esvazia o bolso do povo e sustenta a bandidagem.

O projeto do senador Waldemir Moka (MDB-MS) foi aprovado na quarta-feira (6) pela CCJ do Senado, em decisão terminativa.

Por isso, se nenhum senador apresentar recurso para que a matéria seja votada no plenário da Casa, ela segue direto para a Câmara dos Deputados.

Família de preso que tiver condições, paga sua estadia na cadeia; quem não tem trabalha. A população deve se mobilizar para que o projeto se transforme em Lei e entre em vigor.

Fonte: Rondoniadinamica