camara-de-espigão

Situação seria cômica se não fosse a realidade nua e crua nas redes sociais

Fiscais do povo, agora discutem e revidam sem medidas pela internet.

É só implicação da modernidade da rapidez com que as notícias chegam. É a “era do WhatsApp” que tem colocado alguns vereadores de Espigão em maus lençóis.

A situação é que alguns vereadores estão sendo chacoteados, devido a sua inexpressiva performance como representantes do povo.

Existem ao menos dois grupos desses do aplicativo que supra citei buscando detalhar minunciosamente a vida dos integrantes do legislativo mirim da cidade. E vale deixar escrito e, que você leia os vereadores colaboram muito para isto.

“Escreveu, não leu, o pau comeu”, diz o proverbio. O pior é que alguns dos vereadores até que escrevem, mas castigam a língua portuguesa e, isto, virou motivo de piada pelos integrantes de grupos que não se escondem e aproveitam para publicar tudo o que sentem.

Com tanta coisa acontecendo e, sendo noticiada “em tempo real” mesmo assim alguns vereadores em Espigão do Oeste não conseguem se debelar e, tomam atitudes abobadas diante de conjunturas que exigem, caráter, amadurecimento e no mínimo compromisso.

Enquanto, o legislativo mirim da cidade, vai sendo zoado nas redes sociais, o descrédito e a imoral politicagem vai ocupando seu espaço, diuturnamente.

Que fique bem claro: “vereança que desagrada de montão vai perder a eleição”, pois o eleitor não está mais bobo não.

Fonte: Salim Salles