Vereadora Saiara propõe “Moção de Repudio” a citações à ideologia de gênero na versão da BNCC

A ideologia de gênero já havia sido rejeitada pelo Senado e pela Câmara em 2014.

Na sessão ordinária da segunda-feira (04) a vereadora Saiara Toledo (PSDB) com o apoio dos demais colegas vereadores deu entrada ao pedido de “Moção de Repudio” contra à inserção da ideologia de gênero na base nacional comum curricular (BNCC) afrontando a legislação brasileira.

“Em nome do Poder Legislativo de Espigão do Oeste vamos enviar ao Ministro da Educação José Mendonça Bezerra Filho, oficio externando “Moção de Repudio” à toda menção a ideologia de gênero e educação sexual da Base Nacional Comum Curricular”, justificou a vereadora.

IMG_20170418_085735050

Segundo Saiara a chamada ideologia de gênero já havia sido rejeitada pelo Senado e pela Câmara, quando em 2014 foi votado o Plano Nacional de Educação. Em 2015 foram votados os Planos Estaduais e Municipais de Educação em todo país onde ela foi novamente rejeitada.

“Agora, por intermédio de uma medida do poder Executivo, o MEC, visa implementar esta ideologia através da BNCC, sem mesmo passar pela apreciação e votação no Congresso Nacional”, afirmou Saiara Toledo.

IMG_6625

Fica evidente que o MEC está desrespeitando a vontade popular ao inserir a ideologia de gênero na Base Nacional Comum Curricular, por isso pedimos a retirada do tema da BNCC para salvar nossas crianças e adolescentes dessa ideologização.

“À escola cabe ensinar conteúdos com vistas a capacitar nossos jovens para futuramente disputarem uma posição no competitivo mercado de trabalho”, finalizou a vereadora Saiara Toledo.

Autor: Luizinho Carvalho/Sociólogo